Viagem às Arábias

Olá!

Essa é nossa primeira viagem depois que decidi montar esse blog.

Partimos por oito dias entre Dubai, Abu Dhabi e Al Ain, nos Emirados Árabes e Muscat no Sultanato de Omã.

Chegamos ao aeroporto de Abu Dhabi e fomos direto para Dubai passar nossa primeira noite nos Emirados. E que surpresa! Já passava das 23h e todo mundo passeando no calçadão – famílias, casais de mãos dadas, grupo de amigos, enfim, um movimento de pessoas.

Eram praticamente todos árabes e na maioria com as vestimentas tradicionais. Tinham mulheres apenas de lenço cobrindo os cabelos até as mais tradicionais de burca. Já os homens usam uma mesma roupa branca, sandálias de couro e um turbante.

Passamos duas noites num dos belíssimos hotéis do famoso bairro JBR – Jumeirah Beach Residence.

No dia seguinte fomos dar uma volta para fazer um reconhecimento de área. É tudo muito moderno. Os prédios são muito altos, as construções recentes e as ruas muito limpas. À noite fomos passear no Souk Al Bahar, isso sim é luxo e riqueza. O conceito é de um Souk (mercado) mas as lojas/ box desse mercado são lindas. Muito ouro J! E os restaurantes também são de uma variedade muito interessante. Desde cozinha indiana, casa de carnes, bufett livre, cada um com um estilo e uma cozinha diferente. Dentro do complexo são em torno de uns 5/6 restaurantes. Lá sim podemos ver os turistas ocidentais que na sua maioria são europeus.

Burj Khalifa é outro ponto turístico em Dubai. É a maior torre do mundo com 800m de altura. Podemos avistá-la de várias partes da cidade.

Também passeamos pelo lado menos turístico de Dubai e fomos até o centro da cidade. Onde as pessoas que construíram todos esses prédios e coisas lindas e impressionantes moram. E claro, no glamour, mas muito interessante. Lojas populares pessoas caminhando apressadas de um lado para outro, como em qualquer centro urbano. A diferença começou a aparecer no horário da oração. Pois é lá que ficam as Mesquitas… as centenas e dezenas de Mesquitas… E começa a chamada dos fiéis para pararem tudo e fazer a oração. Na religião Católica são as badaladas dos sinos que dão o aviso, na religião Mulçumana é um “canto” que ecoa por toda a cidade e que sai pelos megafones que ficam no topo das mesquitas. Como é gente de todos os cantos do mundo, da Índia, Paquistão, Bangladesh, etc. Nem todos são da mesma religião, então nem tudo pára, muito comércio continua aberto.

Alugamos um carro, Pajero 4X4 e saímos ‘deserto’ a fora. As estradas são de um nível acima do excepcional. Largas, entre cinco a sete pistas de cada lado. Com certeza foi uma das coisas que mais me impressionou nesta viagem.

Passamos uma noite em Abu Dhabi e aproveitamos para nos exercitar um pouco pela bela Corniche, uma linda beira mar, um calçadão super largo, ótimo para praticar exercícios, caminhada, pedalada, corrida… sempre há uma sensação de muita segurança. É em Abu Dhabi onde fica a maior e mais luxuosa Mesquita. E essa foi uma experiência muito incrível, tive que colocar uma Burca! Que sensação de limitação e submissão…

Passeamos pelo centro financeiro de Abu Dhabi, passamos na frente do Centro de Convenções e assim conhecemos mais um pouquinho dessa cidade onde os negócios acontecem.

No outro dia final de tarde seguimos para Al Ain, antiga capital dos Emirados Árabes, com turismo bem local. Pouquíssimos ocidentais. Ficamos hospedados no topo da montanha, principal atração local. Quando chegamos a noite já caia. No outro dia, de manhã cedinho, descemos a montanha e encontramos várias paradas para bater fotos com muita segurança. E um local principal com um restaurante e um estacionamento enorme. Um exemplo de instrumento turístico.

Partimos então para Muscat, a capital do Sultanato de Omã. Aí sim estamos falando de tradição Árabe.

Fizemos um belíssimo passeio pelo deserto com um guia local e apaixonado pela cidade. Recomendo muito um passeio desses. A empresa que nos atendeu chama-se Dune Spirit. Eles também fazem receptivo nos Emirados Árabes. Os proprietários são franceses e de um profissionalismo e simpatia admirável. Tivemos a oportunidade de conhecê-los e conversamos bastante. Eles falaram que adoram os brasileiros.

Durante o passeio, paramos numa casa que eles mantêm para nós turistas, conhecermos como eles viviam… ficam três mulheres e dois adolescentes apresentando a casa/ museu. Torrando café, fazendo pão, chá… muito legal. Também visitamos um dos Fortes da cidade. Passeamos pelo deserto e eu subi num camelo!

No outro dia visitamos a cidade. E foi onde conheci um dos lugares mais luxuosos que eu já vi, Royal Opera House, além de ser uma casa de ópera é um complexo do mercado de luxo. Apresenta um restaurante, joalherias, loja de cosméticos, perfumaria e uma galeria de obras de arte. Tudo feito com bom gosto e muito luxo!

Neste mesmo dia visitamos o Mercado – Souk Mutrah. De uma simplicidade e originalidade cultural incrível.

E voltamos então para Dubai finalizar nossa viagem… Última noite… Jantamos num dos restaurantes mais privilegiados, na beira do lago, artificial claro, com vista para o show das águas dançantes. E que espetáculo, de extremo bom gosto.

Chucran (obrigada) e até a próxima!

Com carinho,

Marina

Dica com Mais Elegância:

Mantenha sempre uma echarpe ou um lenço para ocasiões restritas onde seja obrigatório cobrir os cabelos, ou os ombros, e assim não ficar de fora do passeio.

Informações interessantes:

• Os Emirados Árabes são formados por sete Emirados localizados na península Árabe.

• Religião Mulçumana, porém abertos ao turismo e tolerantes à cultura ocidental. Por exemplo, permitem o

de biquíni nas praias.

• No Sultanato de Omã os omanis (moradores de Omã) não pagam impostos, pois o dinheiro do Petróleo cobre os custos. E também não há um grande incentivo ao consumo e abundancia de empréstimos financeiros, ao contrário dos Emirados Árabes.

Confira no link da entrevista que eu dei na TVCOM no dia 04/11/2013 sobre minha experiência: Entrevista TVCOM TUDO +

POSTS RECOMENDADOS
Showing 7 comments
  • Ramona
    Responder

    Despertasse a vontade em conhecer Dubai. Bjs!

  • Valeria Melo Ribeiro
    Responder

    Espetacular tua resenha, me deu uma vontade muito grande de conhecer a região descrita, principalmente se fores junto! Parabéns….

  • Raquel
    Responder

    Que delícia amiga! Obrigada por dividir as experiências conosco. Já espero o próximo post… bjsss

    • Marina
      Responder

      Raquel querida, eu que agradeço seu tempo em ter lido este post! Beijos

  • Eduardo
    Responder

    Maravilha de descrição: objetiva e instigando a curiosidade. E que portugues fantástico prima, parabéns!

  • Raquel
    Responder

    Amiga, que imagens mais maravilhosas!! Só faltou uma… você no camelo!! Aproveite sempre um pouquinho por nós, pois estaremos aguardando para ler e vivenciar também!! Bjsss

  • Elaine
    Responder

    Gostei muito das informações postadas. Deu vontade de fazer a viagem. Bjs

DEIXE SEU COMENTÁRIO